O ex-jogador hoje Deputado Federal, Romário(PSD-RJ) esteve em Curitiba acompanhando a comitiva integrante do Fórum Legislativo das Cidades-Sedes da Copa do Mundo de 2014,a qualé o vice-presidente. Em visita ao estádio Arena da Baixada, do Atlético-PR, Romário criticou as inúmeras exigências do caderno de encargos da FIFA.

“Como ex-jogador, tive o prazer de jogar muitas vezes na Arena. Desde que foi construída,ela sempre foi um modelo de estádio do Brasil. Entendemos que a FIFA tenha um Caderno de Encargos, mas tudo tem um limite. Tem que existir por parte do COL (Comitê Organizador Local) uma conversa com a FIFA e mostrar que o torcedor brasileiro não é alemão, francês, inglês… A Arena é um modelo para o Brasil, e precisamos fazer uma Copa dentro daquilo necessário para o país”, destacou Romário.

Divulgação/Atlético Paranaense
Romário veio na comitiva de vistoria e elogiou a estrutura da Arena

Além do ex-atacante, estiveram presentes no encontro o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Gláucio Geara, e integrantes da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados. O Deputado Federal Danrlei, e oDeputado paranaense Rubens Buenojunto como Secretário Especial da Copa, Mario Celso Cunha, também estiveram presentes na visita ao estádio atleticano.

Pela manhã, a comissão esteve na Assembleia Legislativa. Eles almoçaram com o prefeito Luciano Ducci e o governador Beto Richa e, à tarde, visitaram a Arena e o Aeroporto Afonso Pena.

Durante a visita à Arena, o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Gláucio Geara, comentou sobre o orçamento atualizado das obras da Arena, dentro das novas especificações do Caderno de Encargos da FIFA. O orçamento passou de R$ 135 milhões para R$ 220 milhões devido a diversos itens que resultaram em acréscimos no custo da obra, como: construção de um prédio com 5 mil metros quadrados para abrigar o centro de imprensa; troca de todas as cadeiras (inclusive de camarotes); troca do sistema de iluminação; instalação de geradores de luz;contratação de novos projetos; sistema de ar condicionado em várias áreas e climatização de camarotes; rebaixamento de gramado; novo sistema de irrigação.

Divulgação/Atlético Paranaense
Comissão irá visitar todas as Cidades-sede do Brasil

O presidente da Comissão, o Deputado Jonas Donizette, afirmou que a preocupação é que o país faça uma Copa dentro da realidade brasileira. “Precisamos discutir quais exigências são necessárias e quais podem ser ajustadas. Não podemos desperdiçar dinheiro, temos que gastar apenas o que é justo”, disse.

Curitiba foi a terceira cidade brasileira a receber a visita técnica – Fortaleza e Recife já receberam a comissão. A comissão irá percorrer todas as cidades-sedes da Copa 2014 e após reunir particularidades de cada local irá agendar reuniões com representantes do COL (Comitê Organizador Local), da FIFA e com a presidente Dilma Rousseff.