O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, deu entrada no HospitalPró Cardíaco, na Zona Sul do Rio de Janeiro, no fim da tarde desta quinta-feira. O primeiro boletim médico só foi divulgado hoje pela manhã. Teixeira teve um caso simples de diverticulite, segue em estado estável, mas ainda não tem previsão de alta.

Adiverticuliteé uma inflamação no divertículo, uma bolsa circular da parede do cólon e que tem ligação com o intestino grosso. O médico que está cuidando de Teixeira, dr.Luiz Henrique Fonseca, concedeu uma entrevista, em que deixou claro que o quadro é simples, mas que o presidente da CBF ainda ficará pelo menos 48 horas em observação.

“Ele está tranquilo, sem dor, confortável e o tratamento agora vai ser com antibióticos e analgésicos para curar de vez a inflamação”,explicou o médico.