Se no Paranaense as coisas não vão bem, o Paraná agora concentra todas as suas forças na Copa do Brasil. E o adversário desta quarta-feira, Botafogo, promete ser um grande desafio, já que o Tricolor não pode nem pensar em perder por dois gols de diferença, sob pena de ter que dar adeus à competição nacional. As dificuldades existem, claro, mas não assustam o técnico Ricardo Pinto. “Quando eu cheguei aqui tava bem pior, então eu não vejo dificuldade em dizer pra eles que eles tem total condições de superar isso”, frisou o treinador.

No retrospecto, o Paraná enfrentou o time carioca em quatro ocasiões pela Copa do Brasil e, ao todo, foram 3 empates e uma vitória tricolor. Para Ricardo Pinto, a competição permite que o time comece do zero e, na prática, não existem grandes diferenças entre os dois grupos. “É um campeonato diferente que nos torna iguai. Os dois se classificaram, os dois eliminaram os adversários”, explica, garantindo que o fator casa pode fazer a diferença. “Quem tiver essa confiança, levar essa certeza pra dentro de campo, vai levar alguma vantagem. Em casa, não importa quem venha nos visitar, quem manda somos nós”, finalizou.