Sem poder contar com o meia atacante Diego, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e com o atacante Kelvin, que está na Seleção Brasileira Sub-18, o técnico Ricardo Pinto prevê um Paraná menos veloz diante do Operário, com com um melhor toque de bola na importante partida de hoje, em Ponta Grossa.

“É um time que terá um pouco menos de velocidade. Perdemos o Kelvin e o Diego e perde a velocidade, mas é um time que vai ficar um pouco mais com a bola no pé e, sobretudo, finalizar um pouco mais”, afirmou o treinador tricolor.

No ataque, o técnico tricolor vai dar mais uma oportunidade ao atacante Renato e espera que o time ganhe uma boa referência dentro da área: “A ideia é essa. Se o Renato não sair da área. Ele tem que entender que vai sair para marcar, mas na hora que tiver alguém chegando ao fundo, ele tem que estar ali para a bola bater nele e entrar”.