Após a vitória de ontem (de virada) por 2 a 1 em cima do Cascavel, pela última rodada do Campeonato Paranaense, o técnico Ricardo Pinto concedeu o que pode ter sido sua última entrevista coletiva no comando do Tricolor. O treinador está ameaçado de perder o cargo, mas a diretoria só vai se pronunciar nos próximos dias.

Durante a entrevista, Ricardo Pinto não quis citar nomes de possíveis culpados pelo rebaixamento do Paraná no estadual, mas se eximiu de culpa pois acredita que fez um bom trabalho no clube. “Os números falam por mim. Fizemos 18 pontos no segundo turno, tendo a terceira melhor campanha. O problema foi no primeiro turno, mas não estou aqui para apontar os erros de ninguém, mas acho que fiz e tenho feito um bom trabalho”, disse o treinador.

Na visão de Ricardo Pinto, o ambiente de trabalho no Paraná é muito bom, já que se trata de um grande clube do futebol brasileiro: “O Paraná tem camisa, as vitórias virão para esse lado e, assim, vai se posicionar no lugar que merece no cenário nacional. O Paraná cria um clima maravilhoso para trabalhar. Aprendi a respeitar ainda mais a instituição. Nós somos muito pequenos perto da grandeza do Paraná”.

Por fim, o comandante tricolor disse que está torcendo para que o Rio Branco seja punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná pela escalação de um jogador irregular. Caso seja condenado, o Leão da Estradinha perderia pontos no campeonato e seria rebaixado no lugar do Tricolor. “Temos esperança. Se houve algo errado, merece ser punido. A Justiça será feita”, completou Ricardo Pinto.