Apesar da derrota por 2 a 1 para o Botafogo, em plena Vila Capanema, o técnico Ricardo Pinto acredita que o Paraná fez uma boa partida e tem condições de reverter este resultado lá no Rio de Janeiro. Para avançar de fase na Copa do Brasil, o Tricolor precisa vencer o Fogão por dois gols de diferença.

“Nos resta a esperança que o time jogou bem, teve uma postura de time grande e nos dá a esperança que podemos evoluir. Domingo temos um clássico pela frente e podemos dar um passo grande para escapar do rebaixamento”, afirmou o treinador, já focando no clássico de domingo, contra o Atlético, também na Vila Capanema.

Ricardo Pinto ainda reclamou da expulsão do volante Luiz Camargo no fim do primeiro tempo. Para ele, esse lance foi determinante para a derrota paranista: “Eu não vi o lance, mas a informação que nos chegou é que ele não agrediu o Herrera. Todo mundo conhece esse jogador, sempre foi polêmico, um artista neste tipo de situação e acredito que o Camargo não tenha feito nada. Mas ele foi expulso, nos prejudicou e se alguém é culpado foi o bandeira”.