Os médicos que acompanham o tratamento do Ricardo Gomes declaram que a recuperação do treinador não poderia ser melhor. Gomes já respira sem ajuda de aparelhos, não fica mais todo tempo deitado e consegue falar algumas palavras. A expectativa dos médicos é que em quatro dias ele deixe a UTI e vá para o quarto.

“Aevolução continua satisfatória e animadora, ontem (quinta-feira) pela manhã foi retirado o tubo traqueal. Em mais de 24 horas sem o tubo, ele está respirando muito bem. Não cogitamos, em momento nenhum, retornar. O nível de consciência está melhorando a cada hora, só fez melhorar desde que retiramos os sedativos. Já se encontra sentado, olhando as pessoas, entendendo o que se fala e o que se pede. E até falar ele já está falando”, explicou o clínico geral Fábio de Guimarães Miranda.

Os médicos disseram ainda que cada vez mais Ricardo Gomes interage com enfermeiros, médicos e familiares que o visitam. O treinador teria até chorado e se emocionado quando seu filho Diego disse “eu te amo”. O comandante vascaíno segue fazendosessões de fisioterapia motora e respiratória de três a quatro vezes por dia e agora iniciará tratamento com uma fonoaudióloga para recuperar a fala.

“Ele ainda fala pouco, poucas palavras. Isso também era esperado pela localização do hematoma. Mas esperamos que a progressão e a melhora no estádio neurológico continue. Ainda é cedo para dizer se vai haver ou não normalização de movimentos e fala, mas tudo que poderia melhorar até o momento melhorou. Como vocês mesmo já puderam comprovar, não existem prazos fixos em casos como esse. No início é claro que ele terá dificuldades, mas a recuperação é acima da média em comparação com outros casos”, completou o médico.

Ricardo Gomes está internado desde o dia 28 de agosto, quando sofreu um AVC Hemorrágico durante o clássico Flamengo x Vasco. Ele deixou o Engenhão de ambulância ainda no segundo tempo da partida, e desde então, segue se recuperando na UTI de um hospital carioca.