O estilo Carrasco de pensar o futebol, mencionado nos bons e nos maus momentos do Atlético, dominou o noticiário durante todo o Paranaense. Agora, ele volta a dar as caras na escalação de um time reserva para encarar o Paranavaí neste domingo (29). Segundo o volante Renan Teixeira, que será titular, a cultura do uruguaio valoriza o elenco como um todo.

Divulgação – Atlético
Renan Teixeira está voltando de contusão

“Temos que nos adaptar a esse estilo de jogo do treinador. Muitos jogadores que atuaram fora do Brasil já pensam assim. Nas conversas diárias com o Carrasco e o auxiliar Alejandro Martinez, eles mostram que que não só os 11 titulares são importantes, mas que todo elenco é decisivo. Isso é bom para mudar a cultura brasileira. Um jogador pode jogar 10 minutos e decidir o jogo”, afirma.

Voltando de contusão, o pensamento de Renan é retomar o futebol que lhe garantiu a titularidade no primeiro turno da competição. Ainda assim, ele garante que estará à disposição do uruguaio de acordo com as suas necessidades.

“A disputa pela titularidade é natural e boa para o clube. Mostra que o elenco está bom. Encaro com naturalidade, pois toda profissão tem concorrência. Quero estar pronto para quando o Carrasco precisar. Pode ser para jogar um minuto ou o jogo todo”, diz.

Novidade

O zagueiro Rafael Schmitz se lesionou no treino deste sábado (28) e não deve ser utilizado na partida. Em seu lugar a opção mais provável é o jovem Diego Bairo, de 19 anos, atleta da equipe júnior.