estadao_conteudo_cor

Zago terá a missão de colocar o Inter na Série A em 2017. (Divulgação)

Zago terá a missão de colocar o Inter na Série A em 2017. (Divulgação)

Antônio Carlos Zago, ex-zagueiro da seleção brasileira e dos quatro grandes clubes de São Paulo, será o técnico do Internacional em 2017. O anúncio, que já era aguardado, foi feito na manhã desta segunda-feira, um dia depois de o clube gaúcho ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. Contratado para as últimas três rodadas, Lisca falhou na tarefa de evitar a degola e foi dispensado.

Seu substituto começou a carreira em 2009, no São Caetano, e viveu o auge da carreira com o Juventude este ano. Zago chega ao Beira-Rio acompanhado do auxiliar Galeano, que foi volante voluntarioso e ídolo da torcida do Palmeiras. Eles serão apresentados na terça-feira de manhã e terão a companhia, na comissão técnica, do preparador físico Carlos Pacheco. O trio já trabalhava junto em Caixas do Sul.

O primeiro trabalho de Zago foi exatamente na Série B, com o São Caetano, levando o time da zona de rebaixamento ao sétimo lugar. Chamou a atenção do Palmeiras, em 2010, mas não durou muito no Parque Antártica. Depois, passou por time menores, como Grêmio Prudente, Mogi Mirim e Audax, e foi auxiliar técnico da Roma e do Shakhtar Donetsk, na Europa.

Retomou a carreira de treinador no ano passado, no Juventude, quando enfim fez um trabalho de destaque. Levou o Juventude ao vice-campeonato gaúcho, perdendo a final exatamente para o Inter, conquistou o acesso na Série C do Campeonato Brasileiro e ainda alcançou as quartas de final da Copa do Brasil, eliminando Coritiba, Paysandu e São Paulo. Só caiu diante do Atlético-MG, nos pênaltis, nas quarta de final.

“Foi um período muito especial para mim e também para o clube, principalmente pelas conquistas e pelas campanhas nas competições. Me sinto totalmente em casa no Juventude e mesmo estando em outro time, vou continuar guardando esse clube com muito carinho no meu coração, por inúmeros motivos. Tenho uma amizade muito grande com os membros da diretoria, gosto muito da torcida, do clube, da cidade e por isso vou levar este sentimento para sempre comigo”, disse ele, no domingo, ao site oficial do Juventude, que se despediu de Zago destacando que o treinador cumpriu sua missão no Alfredo Jaconi.

No Inter, Zago chega como primeira contratação de Marcelo Medeiros, presidente eleito no sábado com mais de 94% dos votos, desbancando o candidato da situação. Além da nova comissão técnica, Medeiros também anunciou nesta segunda-feira que Jorge Macedo será o diretor executivo do clube na temporada 2017.

Macedo trabalhou na base do Inter de 1996 a 2010, atuando nos últimos cinco anos como coordenador geral das categoria de base. Passou dois anos no Fluminense, voltou em 2011 e foi gerente executivo do departamento de futebol profissional em 2014. Na temporada 2016, trabalhou de novo no Fluminense.