Por Esporte Banda B

Clube irá retirar a cruz do topo da coroa para comercialização da marca no Oriente Médio (Reprodução)

A exposição da marca do Real Madrid fará com que o clube altere seu símbolo. Por questão religiosa, o time espanhol irá retirar a cruz que fica no topo do seu escudo nos produtos feitos para o Oriente Médio. Medida será feita após acordo da diretoria merengue com a Marka, uma empresa do Emirados Árabes que pagou pelos direitos de comercialização dos produtos da equipe na região.

Com fãs no mundo inteiro, o Real Madrid quer ampliar o número de venda dos produtos oficiais no Oriente Médio, lugar no qual o clube tem muitos simpatizantes. Depois de assinar um acordo com a empresa Marka, dos Emirados Árabes, que ficará encarregada de fabricar, distribuir e vender os produtos oficiais do time no país e na Arábia Saudita, Qatar, Kuwait e Omã.

Temos de ser cuidadosos com os produtos, e sabemos que em algumas regiões há grande sensibilidade sobre a presença de uma cruz”, afirmou Khaled al-Mheiri, presidente da Marka, em entrevista à agência de notícias Reuters.

Não será a primeira vez que o clube retira a cruz do emblema por causa da relação comercial com o Oriente Médio. Em 2014, o Real havia tirado quando fechou um contrato com o Banco Nacional de Abu Dhabi. Além da Marka, o clube tem parceria com a companhia aérea Emirates, com sede em Dubai.