A proposta para a conclusão da Arena para a Copa de 2014 do ex-presidente do Atlético, Mario Celso Petraglia, foi a escolhida na reunião do Conselho Deliberativo que aconteceu na noite desta segunda-feira. A proposta foi aceita por 119 votos, contra 35 para o projeto da empreiteira OAS, nenhum voto para a proposta da empreiteira Triunfo, além de 27 abstenções.

No projeto, a intenção do ex-presidente rubro-negro é pleitear um empréstimo no nome do clube no valor total da obra. De acordo com o dirigente, dois empréstimos seriam feitos, um de R$ 45 milhões e outro com o valor ainda indefinido. O potencial construtivo, disponibilizado pela prefeitura, seria a garantia do empréstimo junto ao Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE).

Petraglia explicou que o Atlético vai investir no estádio, mas todos os lucros da Arena irão entrar nos cofres do clube. “Essa é uma vitória do Atlético. A proposta é simples, e os benefícios e a exploração da Arena e toda exclusiva do clube. Não vamos dividir as receitas com empreiteira nenhuma”, afirmou.

A intenção é que o estádio atleticano fique pronto até 2013, assim Curitiba teria condições de ser uma das cinco sedes da Copa das Confederações.

Novos vice-presidentes

Durante a reunião realizada nesta segunda-feira, foram empossados os dois novos vice-presidentes: Diogo Braz e Henrique Gaede. Eles assumem os lugares de Yara Eisenbach e Enio Fornéa, que deixaram o clube há duas semanas.