Portal Terra

​O técnico Oswaldo de Oliveira externou que pode promover alterações no quinteto ofensivo do Santos para a semifinal do Campeonato Paulista, diante do Penapolense, neste domingo, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro. O comandante santista alegou estar preocupado com o nível elevado de cansaço dos jogadores e que a escalação depende de novo exame de CK (testes de sangue para detectar a presença da enzima creatina quinase) após o treino de sábado.

“Sinceramente, ainda estou examinando a situação do Rildo. Tenho gostado muito dele, que não jogou o último jogo por ainda ter vínculo com a Ponte Preta. É um jogador que gosto bastante, mas também tenho aprovado os outros quatro. Ele está descansado, o pessoal que não participou do treinamento de hoje se ressente ainda do jogo (da última quarta), estão em recuperação. Se, por um acaso encontrarmos alguém que o Rildo possa fazer a função e não tenha se recuperado totalmente, vou usá-lo. Do contrário, são os mesmos jogadores que iniciaram contra a Ponte”, disse.

A atividade desta sexta, mais uma vez, não contou com a presença dos titulares, que realizaram leves trabalhos físicos na academia e correram no gramado. Os reservas, por sua vez, fizeram um trabalho tático.

Damião é um dos que mais preocupam. O jogador deixou a goleada por 4 a 0, na Vila Belmiro, com câimbras e já havia ficado fora do confronto anterior devido a uma entrose leve no tornozelo esquerdo.

“Ele tinha sofrido uma contratura por efeito da câimbra e não queria correr riscos, ganhando o jogo, porque se perdermos ele agora, ainda mais um jogador com essas qualidades, será um dano grande para o progresso dele”, explicou após o jogo.

Thiago Ribeiro, Cícero, Gabriel e Geuvânio também tiveram o nível de CK alto, segundo exame realizado após o jogo, e passarão por reavaliação no sábado. Os três últimos, por sinal, marcaram gols no último jogo.

Para a partida, o técnico Oswaldo de Oliveira não tem desfalques por suspensão. A decisão acontecerá em jogo único. Em caso de empate, o confronto irá para as penalidades, sem prorrogação. O vencedor do confronto enfrenta Palmeiras ou Ituano na final.