Ouça o áudio

O Comando da Polícia Militar (PM), responsável pelo policiamento em Curitiba, encaminhou, nesta quarta-feira (20), um ofício à Federação Paranaense de Futebol, aconselhando que a festa do título, caso o Coritiba conquiste o Bicampeonato Paranaense no clássico do próximo domingo, diante do Atlético, não aconteça na Arena da Baixada. (Ouça a entrevista completa com o Tenente Machado no ícone acima)

Allan Costa Pinto/Paraná Online
Policiamento deve ser reforçado nos terminais de Curitiba

A fala oficial da PM contrapõe as declarações do presidente da Federação Paranaense de Futebol, Helio Cury, que garantiu a entrega do caneco para o Alviverde, em uma tentativa de impedir o episódio protagonizado em 2008, quando o então presidente do Atlético, Mário Celso Petraglia, impediu a entrada do troféu no estádio do Rubro-negro. “A polícia militar considera inviável fazer esse tipo de entrega na Arena e aconselha que ela não seja feita. Atlético e Coritiba são dois grandes times da capital, com duas torcidas rivais e, por isso, temos que analisar a segurança de todos os envolvidos”, disse o tenente do Comado de Policiamento da Polícia Militar, Cristiano Lúcio Machado.

Para o policial, a medida é preventiva e deve ser feita para garantir a segurança de torcedores e cidadãos. Representantes das torcidas organizadas, diretoria dos clubes, além do Ministério Público e Polícia Militar fizeram uma reunião para definir a atuação do policiamento antes e depois da partida. As medidas incluem a utilização do transporte público por cada torcida em horários distintos, para evitar possíveis confrontos nesses locais.

Ficou recomendado que os torcedores do Coritiba deverão utilizar os ônibus até às 13h, para que a partir das 14h a torcida do Atlético possa se encaminhar ao estádio Arena da Baixada. Segundo o Tenente Machado, a Polícia Militar estará presente em todos os terminais da cidade, junto com a Guarda Municipal.

Além disso, os torcedores do Atlético deverão permanecer no estádio por 15 minutos após o fim do jogo, aguardando a saída dos torcedores visitantes. “Assim a gente consegue fazer o escoamento e a escolta até o Alto da Glória”, esclarece Machado, contando que a Polícia já está estruturada, caso o Coritiba conquiste o Campeonato Paranaense na casa do rival. “Queremos que esse Atletiba seja referência em questões de segurança e organização”, finaliza.

Federação Paranaense de Futebol garante entrega do troféu

Mesmo com as recomendações contrárias da Polícia Militar, o presidente da Federação Paranaense de Futebol afirmou, em entrevista exclusiva para a Banda B, que, caso o Coritiba conquiste o título do estadual, será, sim, coroado com a entrega do troféu na Arena da Baixada. (Ouça a entrevista completa no áudio acima)

Cury explica que a Polícia Militar sugeriu que a festa ocorresse no Couto Pereira, mas diante da decisão da Federação, dará total apoio na segurança do estádio. “É tradição e não vai gerar desgaste para o futebol paranaense, já tão relegado”, esclarece o presidente da FPF.

O mandatário da instituição disse, também, que seria injusto com o Coritiba que, pela campanha feita, seria merecedor da premiação. “Nós entendemos que a decisão em outros estaduais será feita em campos rivais, também”, explica. “Esse é o momento principal do time e o torcedor merece isso”, finaliza.