Da PMPR

A Polícia Militar do Paraná já definiu o esquema de segurança para o jogo entre Coritiba e Atlético Paranaense que acontecerá na próxima quarta-feira (29/06) no estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR). A escolta da torcida atleticana e dos times, bem como os bloqueios de trânsito e outras questões, foram definidas juntamente com os integrantes da Secretaria de Urbanismo, da Guarda Municipal, do Ministério Público, além de representantes dos clubes e das torcidas organizadas. O policiamento ficará sob a responsabilidade do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), pertencente ao 1º Comando Regional da PM (1º CRPM), unidade que atua na área.

06-03-2016 Futebol paraná x coritiba no Couto pereira

(Foto: Divulgação PMPR)

“No dia da partida, a partir das 19 horas o policiamento será aplicado nas imediações do estádio, porém, devido ao jogo ser de grande envergadura, a atividade policial em toda a cidade, principalmente nos eixos de transporte coletivo, será reforçada bem antes deste horário. Algumas questões como a hora da partida e o tempo frio nos fazem estimar que não haverá um público tão grande, mas estaremos preparados para atuar independente do número de pessoas que se apresentem no Couto Pereira. O importante é garantir a tranquilidade e a segurança de todos”, destaca o Subcomandante do 12º BPM, major Alex Erno Breunig.

Segundo o Oficial da PM, já está programada a escolta dos dois times e da torcida atleticana, a qual sairá da Praça Afonso Botelho. “Não vamos divulgar horários exatos de saída e os itinerários por questões de segurança”, explica o major Breunig. “Os torcedores do Coritiba se encaminharão diretamente para o estádio; os do Atlético, independente de pertencerem a torcidas organizadas ou não, mas que queiram ser acompanhados pela Polícia Militar até o Couto Pereira, poderão ir até a praça e participar da escolta”, acrescenta.

“A partir das 13 horas nossa sede estará aberta aguardando todos os torcedores atleticanos, da Fanáticos ou não, para que possamos seguir para o estádio. Orientamos as pessoas que cheguem cedo para evitar encontros com a torcida adversária. Pedimos também que venham em paz e sem tumultos para não termos problemas”, disse Gilmar Alves de Lima, Diretor da torcida organizada Fanáticos.

Para Juliano Rodrigues, presidente da torcida Império Alviverde, devido ao horário e dia em que o clássico ocorrerá, é preciso que os torcedores do Coritiba, que forem sair dos bairros, se desloquem para o estádio após as 19 horas e aqueles que saírem da área central façam um caminho mais rápido para o Couto Pereira, a fim de não encontrarem com os torcedores rivais. “Pedimos para que se mantenham longe das confusões e evitem qualquer tipo de atrito”, acrescenta.

Ainda de acordo com o Subcomandante do 12º BPM, algumas ruas próximas ao estádio estarão bloqueadas pelo Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran). “Iniciaremos esta ação com bastante antecedência, principalmente na Rua Floriano Essenfelder que é a entrada da torcida adversária, para que não tenhamos carros estacionados no local, o que pode dificultar a circulação dos torcedores. Em todo o esquema de segurança teremos o apoio de todas as unidades da capital”, afirma.

Em relação ao trânsito, o major Breunig também lembra de um fato tradicional na região, a novena, que acontece todas as quartas-feiras no Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. ”O fluxo no trânsito da região estará muito complicado. Programamos os bloqueios para tentar diminuir esses problemas, mas pedimos a todos que tenham paciência e sejam prudentes”, acrescenta.

Na reunião também ficou acordado sobre a escolta das torcidas e a participação de outros órgãos de segurança no esquema de policiamento. “Definimos que a Guarda Municipal dará apoio nos terminais, eixos de transporte coletivo e também acompanhará os fiscais da Secretaria de Urbanismo que farão uma ação contra a venda irregular de produtos nas imediações do estádio”, conta o major Breunig. Também ficou acertado que, a princípio, a diretoria do Coritiba proibiu qualquer indumentária de torcida atleticana, sendo permitido, por enquanto, somente entrar com a camisa do Atlético.

O Oficial do 12º BPM também ressalta que a Polícia Militar atuará, além do entorno do estádio, nas praças da área central de Curitiba, nos eixos de deslocamentos de torcedores, terminais de ônibus e estações tubo nas proximidades do Couto Pereira. Qualquer ocorrência registrada a até 5 mil metros do local do jogo será encaminhada para a Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (DEMAFE).

O esquema de segurança será coordenado pelo 12º BPM e contará com o apoio do 13º BPM, 20º BPM e 23º BPM, bem como do Regimento de Polícia Montada (RPMon), do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTRan), do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), além da Guarda Municipal, da Secretaria Municipal de Urbanismo, da Urbs (Urbanização de Curitiba), da Setran (Secretaria Municipal de Trânsito), do Jecrim (Juizado Especial Criminal), do Ministério Público, do Poder Judiciário e da Polícia Civil.

Alguns cruzamentos nas proximidades do estádio estarão bloqueados:

Ruas Ubaldino do Amaral com Amâncio Mouro;
Ruas Mauá com Dr. Muller;
Ruas Barão de Guaraúna com Augusto Severo;
Ruas Simão Bolívar com Augusto Severo;
Ruas Floriano Essenfelder com Alberto Bolliger;
Ruas Mauá com Itupava;
Ruas 21 de Abril com Floriano Essenfelder;
Ruas Ubaldino do Amaral com Floriano Essenfelder;
Ruas Pedro R. de Moura com Augusto Severo;
Ruas 21 de Abril com Itupava;