Abandonado há anos, o estádio do Pinheirão vai à leilão nesta quinta-feira à tarde, para que a Federação Paranaense de Futebol consiga quitar suas dívidas, avaliadas em cerca de R$ 63 milhões. O responsável por este leilão é o leiloeiro Jorge Dale Nogari que deu mais detalhes sobre o procedimento de amanhã, em entrevista à rádio Banda B.

“É um leilão judicial, feito através da Primeira Vara Federal das Execuções Fiscais de Curitiba. A avaliação está em R$ 66.635.550,00. Como amanhã será o primeiro leilão, tem que se vender por valor igual ou superior a essa avaliação”, disse Dale Nogari.”Se não houver um comprador, o estádio volta a leilão no dia 20 de dezembro, no mesmo horário e local, aí por um valor inferior. Nós temos instrução do juiz para nesse caso leiloar por 50%, 60% do valor”, completou.

Dale Nogari explicou que qualquer pessoa pode participar do leilão e dar um lance para tentar arrematar o Pinheirão.”É um leilão público, aberto, qualquer participante pode comparecer e dar um lance. O lance é de viva voz, não é por carta proposta. A pessoa chega ali, levanta a mão e dá seu valor. Naturalmente que vencerá o maior lance”, disse.

Outro detalhe do leilão é que o pagamento terá que ser feito à vista, assim que a compra for acertada.”O pagamento terá que ser feito no ato, porque o INSS é um dos credores da Federação Paranaense de Futebol e não autorizou o pagamento parcelado. Esse valor fica depositado na conta do processo à ordem do juiz da Justiça Federal”, explicou Jorge Dale Nogari.

Há uma expectativa em torno do comparecimento de algum dirigente do Coritiba no leilão de amanhã, já que o clube estaria interessado em adquirir o Pinheirão para construção de seu novo estádio, por meio de uma parceria com a construtora OAS. A rádio Banda B acompanhará ao vivo o leilão do Pinheirão, que começa às 14h, no seguinte endereço: Rua Chanceler Lauro Muller, 35/45.