A tão sonhada vitória do Paraná no campeonato só apareceu na última rodada do primeiro turno. A renovação na comissão técnica parece ter trazido ânimos novos e sede de vitória ao time da Vila, que ainda não perdeu desde que Ricardo Pinto foi oficializado como novo treinador do time.

O Paraná bateu o Cascavel em casa por 2 a 0 e soma cinco pontos no estadual. O resultado tardio não foi suficiente pra tirar o Paraná da zona de rebaixamento, mas é fato que o despertar do time encheu o elenco de esperanças para o próximo turno que deverá ser bastante difícil para o Tricolor.

Novas direções

Desafio que deve ser encarado com muito otimismo pelo técnico Ricardo Pinto, que comemora seu segundo triunfo desde que assumiu o comando do Tricolor. “Essas vitórias tem que ser em grande número pra poder salvar essa situação. Vamos aproveitar hoje e depois já começamos a pensar no próximo compromisso, que também é muito sério. O estado de alerta continua”, anunciou, com cautela.

Retomada do equilíbrio

Se o resultado apareceu é porque a postura do time em campo também está diferente. O fator emocional, aliado à falta de entrosamento são problemas que o técnico terá que resolver de forma gradativa. “São momentos e, nós vamos continuar abrindo os olhos deles pra situação, blindando o psicológico dos jogadores”, disse o treinador, citando a palestra ministrada pelo ultramaratonista Rafael Bonatto ao elenco paranista.

“Ele é uma figura maravilhosa, que tem brilho nos olhos e trouxe mais brilho pra todos nós”, elogiou o treinador e estendeu os agradecimentos ao ex-interino, Ageu Gonçalves.

“O Ageu que sempre nos ajudou e nos acolheu de braços abertos. Também quero premiar esses meninos com a alegria de acordar num dia seguinte do jogo com felicidade, pra poder olhar os jornais, ver a televisão e saber que o nome deles tá sendo bem falado”, comemorou Pinto.

Mesmo sem admitir, o treinador chegou com um dircurso forte de motivação ao time. Sempre com frases de efeito e exaltação à importância do Paraná Clube, o técnico quer resgatar o respeito do time. “Essas brincadeiras não cabem pra nós, porque nós somos profissionais e com time grande não se brinca. O futebol e a alegria voltaram aqui à Vila. vamos resgatar o respeito pelo grande clube que é o Paraná”, finalizou.