A fase do Atlético não é nada boa. Sem treinador, o Furacão ainda não venceu no Campeonato Brasileiro e está na lanterna da competição após sete rodadas, nas quais conquistou seis derrotas e um empate. Enquanto a diretoria trabalha na contratação do novo técnico, a delegação rubro-negra já viajou na manhã deste domingo para Porto Alegre, onde enfrenta o Internacional, somente na próxima quarta-feira, às 19h30, no Beira Rio.

A justificava para a viagem com três dias de antecedência é para que os jogadores e a comissão técnica tenham tranquilidade para se preparar para a partida contra o Colorado. Como o novo técnico ainda não foi contratado, Leandro Niehues segue treinando a equipe atleticana, que já faz um trabalho na tarde deste domingo, na capital gaúcha. A tendência é que ele comande novamente o time rubro-negro do banco de reservas.

Para o jogo desta quarta-feira, Niehues poderá contar com a volta do volante Deivid, que cumpriu suspensão automática na última rodada e que certamente deve ser titular, e também com o atacante Adaílton, que está recuperado de uma lesão muscular e viajou para Porto Alegre. O resto do time só será conhecido depois dos próximos treinamentos no Rio Grande do Sul.

Novo treinador

O diretor de futebol do Atlético, Alfredo Ibiapina, continua no Rio de Janeiro para tentar contratar o técnico Renato Gaúcho, bola da vez dentro do rubro-negro. Ontem foi realizada uma reunião entre Ibiapina, o treinador e seu empresário, Gerson Oldenburg, mas nada foi definido. O dirigente atleticano mostrou a proposta do Furacão e Renato Gaúcho ficou de responder ainda neste domingo, se aceita ou não treinar o rubro-negro.