Oscar Schmidt jogou apenas 13 minutos no “Jogo das Celebridades”. (Divulgação/NBA)

A participação de Oscar Schmidt no “Jogo das Celebridades” do All-Star Weekend da NBA foi perfeita. O “Mão Santa” ficou em quadra por poucos minutos, mas converteu os dois arremessos que tentou na vitória de sua equipe, o Leste, sobre o Oeste por 88 a 59, nesta sexta-feira, no Mercedes-Benz Superdome, em New Orleans.

A primeira aparição do brasileiro foi no começo do segundo quarto. Com poucos segundos em quadra, Oscar Schmidt recebeu passe de Rachel Demita na cabeça do garrafão e fez um arremesso perfeito. Depois o “Mão Santa” voltou no último período, quando novamente não desperdiçou a sua única tentativa, mesmo marcado por Baron Davis.

“Faltou jogar um pouquinho mais”, reclamou Oscar Schmidt, em entrevista à ESPN Brasil logo após a partida. “O importante é que ganhamos fácil. Se tivesse arremessado 20, teria acertado 20”, brincou o ex-jogador. “Foi lindo demais. Agradeço imensamente. Não tenho palavras para agradecer o tamanho desta homenagem”, finalizou.

O MVP (Most Valuable Player) da partida foi Brandon Armstrong, que atuou na NBA pelo New Jersey Nets, mas atualmente é mais conhecido pelas imitações que faz dos astros da maior liga de basquete do mundo nas redes sociais. Ele anotou 16 pontos e pegou 15 rebotes.

A presença de Oscar Schmidt na partida foi uma homenagem da NBA ao “Mão Santa”, que, apesar de ser selecionado no Draft de 1984, o mesmo de Michael Jordan, recusou a NBA para poder atuar na seleção brasileira. À época, as regras da Federação Internacional de Basquete (Fiba) não permitiam que atletas profissionais participassem de competições internacionais por seus países.