Depois de assumir o posto de melhor tenista do mundo, o sérvio Novak Djokovic provou neste domingo porque virou o número 1 do ranking da ATP. Com facidilidade, Djokovic derrotou o espanhol Rafael Nadal por 3 sets a 1 (parciais de 6-4, 6-1, 1-6 e 6-3), e conquistou pela primeira vez em sua carreira o título de Wimbledon.

Nadal, que até então era o número 1 do mundo e perdeu a posição justamente para o sérvio, foi derrotado pela quinta vez seguida no ano para Djokovic. As outras quatro derrotas haviam sido no piso rápido de Miami e Indian Wells e no saibro de Roma e Madri. Wimbledon foi o oitavo título de Djokovic em 2011: São 2 Grand Slams (Aberto da Austrália e Wimbledon), quatro Masters 1.000 (Miami, Indian Wells, Madri e Roma), além do ATP 500 de Dubai e ATP 250 de Belgrado.

A conquista de Wimbledon foi também a terceira de um Grand Slam na carreira do sérvio, que vem fazendo uma grande temporada. “É realmente difícil de encontrar palavras para dizer o que estou sentindo, a não ser que é o melhor dia da minha vida. É o torneio que eu sempre sonhei em ganhar, que eu sempre assisti. Eu acho que ainda estou sonhando. Quando você enfrenta o melhor jogador do mundo, tem que estar no seu melhor, tem que jogar o seu melhor tênis. Eu sabia que hoje teria que fazer meu melhor jogo para derrotar Rafael Nadal”, disse Djokovic após a partida.

Rafael Nadal também se rendeu ao bom momento do tenista sérvio na temporada 2011. “Hoje foi imposível. Joguei o melhor que eu pude, como sempre, e voltarei a tentar no próximo ano. Para mim, Wimbledon sempre foi o mais especial dos torneios. Eu posso imaginar como Novak deve estar se sentindo nesse dia tão especial”, disse o espanhol, que já venceu Wimbledon em 2008 e 2010.