As mudanças na administração do Paraná Clube vão além do afastamento do presidente Aquilino Romani, anunciado na última quarta-feira. Outra alteração com relação à antiga fase do clube será a separação do futebol e do marketing. A medida visa a blindagem do time quanto às informações desencontradas que circulam no lado comercial do clube, além de evitar quaisquer problemas com a torcida organizada, que terá seus recursos provenientes do clube cortados.

Se depender da nova diretoria, os torcedores ligados às torcidas organizadas não deverão interferir no trabalho do departamento de futebol. A tentativa de evitar as “confusões” envolvendo clube, dirigente e torcida organizadas está sendo concretizada com o intuito de atrair investidores a injetar recursos no Paraná Clube.