Por Pedro Melo 

Curitibano soma dois pontos e ainda busca a primeira vitória. (Josi Schmidt/FPV)

Buscando recuperação após a derrota em casa na estreia da Superliga B, o Clube Curitibano mais uma vez ficou no quase diante do Chapecó que venceu por 3 sets a 2, com parciais de 25-16, 19-25, 20-25, 25-16 e 15-11, em 2h08min de partida.

Assim como aconteceu contra Brusque, o time curitibano perdeu o primeiro set, mas não se abalou e chegou a virar para 2 sets a 1. Porém, as catarinenses se recuperaram na partida e contando com o apoio da torcida, fecharam a partida no tie-break.

“O resultado não foi o que a gente trabalhou, mas tivemos um progresso. Mostramos que somos uma equipe que precisa de treinamento. Tivemos um começo disperso nos primeiro e quarto sets, o que nos fez jogar além do necessário”, analisou o técnico Jorge Edson, em entrevista à Banda B.

Com a segunda derrota consecutiva, o Clube Curitibano fica com dois pontos na tabela de classificação e tem duas semanas para se preparar até a próxima rodada contra o São José dos Pinhais no dia 11 de fevereiro, fora de casa. “O bom desse tempo sem jogos é que antes a gente estava treinando de uma forma geral e hoje já temos algumas coisas específicas que precisamos melhorar como defesa e bloqueio. É o que vai ser trabalhado nessa semana em função dos erros que tivemos e também para adaptar ao jogo do São José dos Pinhais e do São Bernardo, nossos próximos dois adversários”, comentou o treinador.