Divulgação/CBF
Técnico comemora primeiro desafio como técnico da Seleção Brasileira Sub-20 com título após oito anos

Campeão do Mundo com a Seleção Brasileira Sub-20, o ex-técnico de Atlético e Coritiba, Ney Franco, mal teve tempo de comemorar o título. As cobranças sobre os meninos que colocaram o Brasil de novo no topo da categoria após oito anos de jejum já projetam o que o time de Ney pode fazer na Copa de 2014.Pressão que, segundo o treinador, é equivocada. Para ele, é cedo para fazer qualquer projeção. “Eu acho que é muito prematuro você pegar jogadores da Sub-20 e achar que eles vão resolver o problema da seleção principal”, disse o técnico à Banda B, ao defender essa geração só deve começar a dar frutos reais no Mundial de 2018.

Com direito à disputa de pênaltis e recuperação do placar em plena final contra Portugal, o elenco brasileiro foi protagonista de fortes emoções na Colômbia. “A grande virtude da equipe foi o trabalho em conjunto. Os jogadores se entregaram e nós, da comissão técnica, tivemos a competência pra preparar esses atletas”, apontou Franco.

Como em qualquer vitória, nem tudo foram rosas no caminho do Brasil no Mundial. Um bom exemplo são os momentos difíceis que o time enfrentou antes de conquistar a taça. “Quando Portugal fez 2 a 1, nossa equipe mostrou um pouco de insegurança, então naquele momento você tem que agir rápido, foi um momento de instabilidade”, recorda o técnico.

Técnico de Atletibas

Experiente pelas passagens por Atlético e Coritiba, Ney Franco destaca o equilíbrio que marca o confronto, independente da fase atual do clube. “O Coritiba vem de uma temporada passada muito boa, tá se recuperando dentro da na competição”, analisa. “A gente torce não só pelo Coxa, mas por que Atlético fique também numa situação melhor no Campeonato Braisleiro. A gente tem uma afinidade muito grande com as duas equipes”, finaliza.