(Foto: Reprodução/RBS TV)

O zagueiro Neto teve alta do hospital no início da tarde desta quinta-feira, em Chapecó. Com a sua liberação, o jogador é o quinto sobrevivente da tragédia da Chapecoense a ter alta. Somente o goleiro Jackson Follmann segue internado, no mesmo local, ainda sem previsão para deixar o hospital.
Neto deixou o local às 14h15 após receber os últimos atendimentos. Horas antes, no fim da manhã, ele teve breve participação em entrevista coletiva dos médicos. O zagueiro fez breve declaração, na qual disse “estar feliz por estar vivo” e agradeceu às mensagens de apoio.

“Feliz por estar vivo, mas perdi muitos amigos. Tem sido tudo novo, fiquei muito tempo desacordado. Queria agradecer a todos pelo apoio, mandar um beijo de coração de todas as esposas que perderam seus maridos, seus filhos. Filhos que perderam seus pais”, dissera o jogador, que pretende voltar a defender a camisa da Chapecoense assim que se recuperar totalmente do acidente aéreo que matou 71 pessoas no dia 29 de novembro, na Colômbia.

Antes de Neto, receberam alta o lateral Alan Ruschel, o jornalista Rafael Henzel e dois tripulantes bolivianos do voo da empresa Lâmia. Ruschel e Henzel também estavam internados no Hospital da Unimed, na cidade do oeste catarinense.

Único sobrevivente ainda internado, Follmann ainda sofre com os efeitos da amputação de parte de sua perna direita. Na terça-feira, foi submetido a uma cirurgia para reparação da parte do membro que foi mantido. Além disso, tem um problema no pé esquerdo que também requererá ao menos mais um procedimento operatório.