Por Felipe Dalke

Apesar da vitória contra o Toledo nesta quarta-feira (05), o técnico Milton Mendes não teve sossego em sua entrevista coletiva, mostrando que não estava satisfeito com a vitória sofrida do Tricolor diante o lanterna do Campeonato Paranaense. O treinador paranista admitiu que faltou algumas “coisas” para a equipe que jogou mal, apesar da vitória que garantiu a vaga no G8 da competição estadual.

Mesmo comemorando os três pontos, já que o Paraná não vencia há três partidas, Milton cobrou o time. “Senti que faltaram muitas coisas. Temos que conversar essa semana pois a principal coisa que faltou, foi a tranquilidade. O jogo valeu pelos três pontos mas não foi nada do que nós esperávamos. Nossos jogadores tem que ter uma mentalidade mais vencedora”, analisou.

Keno, o autor do segundo gol paranista foi elogiado pelo técnico, que também elogiou a entrada do meia-atacante Júlio César. “O Keno entrou muito bem mas o momento mais importante do jogo foi a entrada do Júlio César, que deu tranquilidade e começou a fazer uma transição das bolas que vinham da defesa até o ataque”, falou Milton Mendes.

Questionado sobre as críticas do atacante Giancarlo, no final da partida, que disse que o Paraná precisa mudar, Milton Mendes desviou do assunto e garantiu que o assunto será tratado de forma interna. “Eu não sei o que o Giancarlo quis dizer mas certamente deve ser algo positivo. Eu não vejo ele tentando colocar lenha da fogueira pois tivemos uma vitória importante aqui e é dentro do vestiário que nós vamos nos resolver”, finalizou Milton Mendes.