Redação com Portal Terra

As lesões voltaram a assombrar o atacante Fred, do Fluminense, nesse início de ano e preocuparam a comissão técnica da Seleção Brasileira. Tanto que o médico José Luiz Runco, responsável pela equipe canarinho, examinou o jogador para detectar o grau da lesão na coxa direita e passar uma posição ao técnico Luiz Felipe Scolari. E pela avaliação, ele garante ter gostado do que viu.

Segundo os resultados apresentados por Runco, o edema muscular na parte anterior da coxa não é grave. Como consequência, existe a possibilidade do centroavante estar presente na convocação que será realizada nesta terça-feira (11) para o amistoso contra a África do Sul, no dia 5 de março, em Johannesburgo – o último teste antes da lista final para a Copa do Mundo.

Carlos Alberto Parreira, coordenador técnico da Seleção, chegou a dizer que estava “extremamente preocupado” com o tempo de recuperação do jogador. Anteriormente, chegou a cogitar-se que o atacante ficaria longe dos gramados por dois meses. O receio de Parreira levou Runco a examinar o atleta.

De acordo com o prazo estipulado pelo departamento médico do Fluminense, José Luiz Runco acredita que Fred estará fora de sete a dez dias. Victor Favilha, médico do time tricolor, afirmou que o goleador tem sido avaliado diariamente.