Neymar se lesionou na última partida do PSG. (Divulgação)
O médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, já está em Paris para acompanhar a situação do atacante Neymar, que sofreu uma fissura no quinto metatarso do pé direito na vitória do Paris Saint-Germain diante do Olympique de Marselha, pelo Campeonato Francês, no último domingo. Apesar de o clube francês ainda não confirmar, a tendência é de que o craque brasileiro tenha de passar por cirurgia e só volte aos gramados em maio.

Lasmar estava em Moscou, participando de um seminário sobre a Copa do Mundo, e tinha retorno para o Brasil marcado para esta terça. A viagem de retorno já tinha conexão prevista para Paris, e com a confirmação da lesão de Neymar, o médico da seleção decidiu ficar na capital francesa para acompanhar de perto a situação do atacante brasileiro.

Apesar disso, a comissão técnica da seleção mantém cautela sobre a lesão do atacante e não deverá se manifestar sobre a situação clínica de Neymar – a intenção é não causar nenhum tipo de ruído com o PSG. A tendência, inclusive, é que Rodrigo Lasmar volte para o Brasil já na quarta-feira.

A contusão de Neymar foi um dos motivos que levaram a comissão técnica da seleção a adiar em dez dias a convocação do Brasil para os jogos com a Rússia e Alemanha. Prevista para a próxima sexta-feira, 2, a lista será divulgada apenas no dia 12. Segundo o coordenador de seleções, Edu Gaspar, há cinco selecionáveis que estão se recuperando de lesão no momento.