A torcida queria que ele começasse jogando, mas o técnico Marcelo Oliveira optou pela cautela e o atacante Marcos Aurélio entrou apenas no segundo tempo da partida de ontem, contra o Cruzeiro, em Sete Lagoas. O Coritiba já perdia por 1 a 0 e foi justamente de Marcos Aurélio o gol de empate, mas no fim, o jogo terminou com vitória mineira por 2 a 1.

Marcos Aurélio voltou a jogar pelo Coritiba depois de passar duas rodadas sendo poupado pelo departamento médico, já que vinha se recuperando de uma lesão no músculo adutor da coxa, e precisava passar por um trabalho específico de fortalecimento muscular. O jogador foi muito bem na partida, deu outra movimentação à equipe coxa-branca e ganhou mais ritmo de jogo, já que ficou cerca de dois meses no departamento médico.

“Me senti bem na partida, acabei ajudando. Agora é questão de ritmo,tempo para me condicionar e ajudar o Coritiba”, disse o atleta, que comemorou o fato de ter voltado ao time alviverde já balançando as redes, mesmo que a vitória não tenha vindo. “Tenho essas qualidades de saber qual é a melhor jogada, melhor posicionamento”, completou Marcos Aurélio.

Para o atacante, a má campanha do Coritiba no Campeonato Brasileiro ainda pode ser revertida (o Verdão está na zona do rebaixamento, é o 17º colocado com quatro derrotas, um empate e uma vitória). “Éter tranquilidade agora. Sabemos que a situação é incômoda, temos duas partidas em casa e precisamos vencer.Estamos no começo de campeonato, mas temos que pontuar o mais rápido possível. Temos que vencer para respirar”, disse.

O Coritiba agora volta a campo na próxima quinta-feira, para enfrentar o Ceará, no Couto Pereira. Depois, joga novamente em casa, mas dessa vez contra o Figueirense.