Contratado pela CBF logo após a Copa do Mundo de 2010, o técnico Mano Menezes está a dois dias de estrear em uma competição oficial pela Seleção Brasileira. Até aqui, em quase um ano de trabalho, o treinador disputou apenas oito amistosos e agora terá a missão de comandar a equipe canarinha em mais uma Copa América, torneio que começa hoje, na Argentina, e vai até 24 de julho.

Prestes a estrear na competição continental, Mano Menezes diz que não está se sentindo pressionado pela participação na Copa América. “Não tenho me sentido nem mais, nem menos pressionado do que me sentia com a responsabilidade de ser técnico de nações proporcionalmente diferentes, como a nação tricolor (Grêmio) e a República Popular do Corinthians. Todos sentem que o técnico tem toda a responsabilidade e passam essa pressão por causa dos resultados. É inerente dos nossos cargos”, disse o treinador.

Mano vem trabalhando com 23 jogadores que convocou há cerca de dez dias, na cidade de Campana, na Argentina, e acredita que o grupo está preparado para estrear na competição, no próximo domingo, diante da Venezuela, às 16h, em La Plata. Para o treinador, os atletas podem até sentir certo nervosismo, por ser o primeiro jogo do torneio, mas garantiu que a equipe sabe o que precisa ser feito para fazer uma grande Copa América.

“Estou tranquilo. Estamos fazendo o que é preciso ser feito para que a Seleção esteja bem preparada para a estreia. Encaminhamos bem os treinamentos, o clima ajudou. Temos mais duas sessões para ajustes. Os jogadores já receberam informações sobre a Venezuela e aos poucos vamos nos aproximando do clima da competição”, finalizou Mano Menezes.

O Brasil é o atual campeã da Copa América, tendo vencido as edições de 2003 e 2007, mas com a competição deste ano sendo realizada na Argentina, todos os atletas brasileiros têm afirmado que a Seleção Argentina é favorita ao título.