O Conselho Deliberativo do Atlético decidiu ontem à noite de qual forma será tocada a reforma na Arena da Baixada, visando a Copa do Mundo de 2014. Por uma larga vantagem de votos, a proposta do ex-presidente Mário Celso Petraglia foi a escolhida. Este projeto prevê que o próprio Atlético consiga os recursos necessários para a obra, vendendo por conta própria os títulos do Potencial Construtivo, sem se amarrar à nenhuma construtora.

Após a reunião, realizada na noite desta segunda-feira na Arena da Baixada, o presidente Marcos Malucelli falou sobre a aprovação desta proposta (que derrotou os projetos de duas grandes construtoras, a OAS e a Triunfo) e os próximos passos a serem seguidos para que o estádio seja concluído de acordo com o caderno de encargos da FIFA.

“O Conselho decidiu, por maioria dos votos, aprovar a proposta de número 3, que era de um grupo de conselheiros encabeçado pelo Mário Celso (Petraglia). E essa será a proposta que vai nortear os trabalhos do Atlético com relação à Copa das Confederações de 2013 e Copa do Mundo de 2014″, afirmou Malucelli, que negou que a escolha dessa proposta tenha sido uma vitória pessoal de Petraglia, candidato à presidência do Atlético nas eleições de dezembro deste ano.”A vitória não foi de um grupo, foi do Atlético. A proposta foi votada democraticamente e quem sai vencedor é o Atlético. É o Atlético quem vai terminar a Arena, não é um grupo”, completou o presidente rubro-negro.

Malucelli disse ainda que seu trabalho na presidência do Atlético não muda em nada após a reunião de ontem do Conselho Deliberativo. “O Conselho Administrativo vai continuar administrando bem o clube como vem fazendo, com superávits e eleito o melhor clube do Brasil”, disse o dirigente, revelando qual é a sua maior preocupação no momento dentro do Atlético. “Temos que nos preocupar com o futebol, como estamos fazendo. É dentro de campo que precisamos contornar uma situação ruim e já começamos a fazer isso no sábado. Logo logo nós vamos subir na tabela”, completou.

Por fim, o presidente atleticano quis deixar claro qual será a participação de Mário Celso Petraglia dentro do Atlético depois que sua proposta de conclusão da Arena da Baixada foi aprovada pelos conselheiros do clube. “Ele não terá participação nenhuma. Será montada uma comissão da Copa do Mundo com oito conselheiros, e eles ficarão encarregados exclusivamente de tocar as obras da Copa, sem interferir na administração do clube”, explicou Marcos Malucelli.