O Atlético não teve vida fácil para eliminar o Rio Branco, do Acre, na primeira fase da Copa do Brasil. No jogo de ida, derrota vergonhosa por 2 a 1 fora de casa. Na partida na Arena da Baixada, vitória rubro-negra por 3 a 1 no sufoco. E os quatro gols marcados pelo Furacão até aqui na competição saíram dos pés de Lucas (3 gols) e Guerrón (1 gol).

O gol de pênalti que Lucas marcou no Acre foi fundamental para a classificação rubro-negra. Sem ele, o 3 a 1 na Baixada eliminaria o Furacão logo na primeira fase da Copa do Brasil. Com os 3 gols marcados, Lucas já é o artilheiro do Atlético no torneio, além de ter dado uma assistência para Guerrón abrir o placar no jogo de volta, em Curitiba. E quem sofreu a penalidade máxima foi justamente o equatoriano.

“Com o Lucas eu me entendo bem. Ele sabe como gosto que me lancem a bola. Sempre estamos nos cobrando. Estamos demonstrando atitude e alegria em cada jogo. Acho que faremos uma dupla boa daqui pra frente. E fazendo gols porque é assim que se ganha jogo”, disse Guerrón, provando que está dupla de ataque está se entrosando bem e ajudando bastante o Atlético.