Por Esporte Banda B 

O Londrina foi julgado pela Quarta Comissão Disciplinar do STJD e punido pelas confusões acontecidas durante a partida contra o Goiás, no estádio do Café. O Tubarão foi multado em R$ 10 mil pela falta de infraestrutura no estádio, enquanto, as duas equipes receberam uma multa no mesmo valor e a perda por mando de campo sem portões fechados por desordem.

De acordo com o STJD, os dois clubes infringiram o artigo 213 do CBJD – Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir – e o Londrina ainda foi punido no artigo 211 – deixar de manter o local que tenha indicado para realização do evento com infra-estrutura necessária a assegurar plena garantia e segurança para sua realização – pela depredação e arremesso de pedregulhos nas arquibancadas.

Na súmula da partida, árbitro Célio Amorim relatou a confusão acontecida na arquibancada. “Aos 46′ do segundo tempo houve a necessidade de paralisar a partida em virtude de um tumulto vindo da arquibancada ocorrido entre as torcidas. A paralisação durou cerca de 1′, tempo suficiente para que pudéssemos checar junto ao policiamento as condições de segurança dos torcedores. Após a garantia de segurança por parte do policiamento a partida continuou sem problemas. Ao final o Sr. Aspirante Bruno Franceschet no relatou os fatos ocorridos na arquibancada: “A torcida do Londrina Esporte Clube jogou artefato explosivo na torcida do Goiás Esporte Clube, não feriu ninguém. Após isso a torcida do Goiás efetuou o lançamento de pedregulhos contra a torcida do Londrina, ninguém foi ferido. A policia interviu com granadas de efeito moral que não atingiram nenhum torcedor”, escreveu na súmula.

As duas equipes terão que jogar uma partida a 100 km de distância de suas cidades. Ainda cabe recurso da decisão.