Por João Pedro Alves e Osmar Antônio

O time alternativo do Coritiba encerrou sua participação no Campeonato Paranaense neste domingo (9) em baixa. No primeiro Atletiba de 2014, os alviverdes não se encontraram no gramado da Vila Capanema e foram derrotados por 3 a 0 pelo maior rival. O resultado ficou longe de ser aquele planejado na semana de preparação, mas também não gerou lamentações dos coxas-brancas.

O porta-voz do elenco foi o técnico Zé Carlos, que a partir de agora volta a ser auxiliar de Dado Cavalcanti no elenco principal. Na despedida da função que exerceu durante pouco mais de um mês, ele preferiu exaltar as virtudes que o Atlético teve do que criticar a atuação de seus comandados.

“Estudamos várias formações deles, e uma era justamente essa. O mérito é do Atlético, que veio bem ofensivo e jogou nosso time para trás. Eles entraram para decidir o jogo e foram bem determinados”, afirmou Zé Carlos em entrevista coletiva. “Nós melhoramos um pouco no segundo tempo, mas já estávamos com um a menos e não foi o suficiente para buscar o placar”, emendou.

Com a derrota, essa equipe formada basicamente por jovens passa o bastão para Alex, Zé Love, Deivid e cia. com o Coxa na 10ª colocação e brigando contra o rebaixamento. Isso sim foi lamentado pelo treinador. “A gente queria deixar o time em uma situação melhor”, resumiu.

A expectativa agora é saber quais dos atletas que disputaram essas cinco primeiras rodadas serão pinçados para o grupo principal. Zé Carlos preferiu desconversar e não dar pistas de quem será aproveitado. “Não vamos divulgar os nomes dos jogadores agora, isso vai ser informado no decorrer da semana. Teve gente que aproveitou a oportunidade, outros não”, finalizou.

Notícias relacionadas:

Com time ‘turbinado’, Furacão desencanta e goleia rival no primeiro Atletiba do ano