estadao_conteudo_cor-4

O jornalista Rafael Henzel, um dos seis sobreviventes à tragédia que matou 71 pessoas na Colômbia na semana passada, deixou a Unidade de Terapia Semi-Intensiva do Hospital San Vicente Fundación, neste sábado, em Rionegro, depois de 13 dias internado. Ele agora segue sua recuperação no quarto.

helzen

(Foto: Reprodução)

“Bom dia, amigos. Treze dias de Colômbia. Novo avanço. Da UTI para o semi-intensivo, do semi para o quarto. Ele me salvou. Obrigado, Senhor”, postou o jornalista da Rádio Oeste Capital em suas redes sociais.

Na sexta, os médicos disseram que ele e lateral Alan Ruschel devem em breve deixar o Hospital San Vicente, para continuarem o tratamento em Chapecó (SC). “Estamos organizando a transferência, tem que montar uma grande logística. Ainda não temos uma data ainda, mas já estudamos aspectos como a segurança da aeronave, o equipamento, a equipe, o trajeto e o tempo de voo”, afirmou o intensivista do clube, Edson Stakonski. Os médicos querem transportar os pacientes com segurança, para não correr o risco do estado de saúde deles piorar.

O objetivo é levar os dois primeiros diretamente para Chapecó. Ambos ainda precisam de mais cuidados médicos, como é o caso de Henzel, que terá de se recuperar de uma lesão no pé direito. Ele chegou a ter pneumonia, mas já respira normalmente.

A junta médica formada por colombianos e brasileiros até brincou que Ruschel e Henzel já precisam de atenção para que não abusem da melhora da condição médica. Os dois conversam bastante e devem ser transferidos no mesmo voo, até para facilitar a logística de transporte.