Terminou na madrugada deste domingo (20) o reinado do brasileiro Maurício Shogun entre os meios pesados. No UFC 128, realizado em Newark, Estados Unidos, o curitibano de 29 anos foi derrotado logo em sua primeira defesa de cinturão.

Shogun enfrentou a sensação norte-americana Jon Jones e acabou nocauteado no terceiro assalto. Com isso, Jones se torna o mais jovem campeão da história do UFC, com apenas 23 anos.

A Luta

Para conseguir a vitória sobre Shogun, Jones soube usar sua envergadura dominando todo o combate desde o primeiro assalto, quando desferiu chutes e joelhadas que levaram o curitibano a sucumbir pela primeira vez no ringue. No segundo assalto, nada mudou, Jones continuou dominando a luta aplicando golpes que levaram Shogun a cair mais uma vez.

No terceiro assalto, Shogun tentou levar a luta para o chão, mas foi dominado pelo jovem desafiante, que após uma série de socos e pontapés, viu o juiz da luta ser obrigado a terminar o combate dando assim o título ao norte-americano.

Maurício Shogun não lutava desde a conquista do cinturão em maio do ano passado, contra Lyoto Machida. Isso porque o curitibano teve que realizar uma cirurgia de joelho que o afastou do octógono. A previsão inicial era de que Shogun enfrentasses Rashad Evans, mas devido à lesão, o desafiante acabou sendo Jones que agora é o mais jovem campeão da história do UFC.