No início da temporada, Kelvin e Paraná Clube protagonizaram uma disputa judicial. De um lado, o clube exigia o retorno do jogador que deixou de ir aos treinos e acertou sua saída para o Porto, de Portugal, mesmo tendo contrato com o Tricolor. Após as brigas, ficou decidido que o atacante ficaria no clube até o segundo semestre, quando completa 18 anos e, pela Lei Pelé, fica livre para sair do país.

Kelvin foi campeão da Copa Internacional do Mediterrânero com a Seleção Brasileira Sub-18 no último domingo e já está a caminho de Curiitba, para fazer o que pode ser a sua última partida pelo Paraná, já que sua transferência para a Europa está prevista para acontecer em junho. O time, já rebaixado para a Divisão de Acesso do estadual, faz a sua 11ª rodada do Campeonato Paranaense diante do Cascavel.