Com o time reserva, o Brasil foi derrotado pela Colômbia no Sul-Americano Sub-20 (Lucas Figueiredo/CBF)

Já classificada para a próxima fase, a seleção brasileira sub-20 foi derrotada nesta terça-feira (24) pela Colômbia no Sul-Americano da categoria. Em um jogo de baixo nível técnico e no qual o técnico Rogério Micale optou por levar os reservas a campo, o Brasil sofreu o único gol já nos minutos finais e caiu por 1 a 0 na cidade de Riobamba, no Equador.

Apesar do resultado, o Brasil segue na ponta do Grupo A, com sete pontos ganhos, três à frente de Equador, Colômbia e Paraguai. O Chile é o lanterna com apenas dois. Já classificado, o time brasileiro folga na última rodada da chave, que terá os confrontos Colômbia x Chile e Equador x Paraguai nesta quinta.

Justamente por já ter a vaga garantida, Micale decidiu colocar os reservas em campo e escalou o Brasil com dez alterações em relação ao time que derrotou o Paraguai no último domingo. Somente o defensor Robson foi mantido.

Era a chance para nomes como Maycon, David Neres e Lucas Paquetá mostrarem seus talentos, mas o Brasil começou em ritmo extremamente morno. No início da partida, até mantinha a posse de bola, mas em um cochilo, quase viu a Colômbia abrir o placar logo aos oito minutos. Gómez recebeu cruzamento da esquerda, Cleiton saiu muito mal e deixou o gol vazio. Para a sorte brasileira, o atacante colombiano desviou para fora.

Aos 34, Hernández arriscou mesmo com pouco ângulo pela direita e assustou Cleiton. A única chegada do Brasil aconteceu já aos 45. Lyanco arriscou de longe, com desvio e sem perigo. Só que depois do escanteio, a Colômbia armou belo contra-ataque, que Obregón não soube aproveitar pela direita. Ele recebeu dentro da área e encheu o pé por cima.

Depois de ver a Colômbia ser melhor no primeiro tempo, o Brasil voltou mais aceso para a etapa final. Se não era incisivo, tirava o espaço do adversário e mantinha a posse de bola. Aos 12 minutos, Allan cobrou falta de longe para a área, o goleiro se atrapalhou e espalmou para o meio da área. Lucas Cunha desviou de cabeça e acertou a trave. No rebote, Maycon ainda bateu travado na defesa.

Aos 29, Maycon tentou de fora da área e a bola passou perto da trave, à direita. Mas sem agredir, o Brasil sofreu o castigo aos 41. Valencia cobrou falta do lado direito, rente à área. Léo Jabá subiu para tirar e não encontrou nada, assim como o goleiro Cleiton, que viu seu soco passar no ar. Com isso, a bola morreu no canto direito do gol, selando o triunfo colombiano.