Por Esporte Banda B

Internacional denuncia irregularidades em inscrição do zagueiro Victor Ramos pelo clube baiano (Divulgação/Vitória)

A novela Victor Ramos ainda não chegou ao fim. A história ganhou novo capítulo nesta semana, quando o departamento jurídico do Internacional acionou o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), na Suíça, na tentativa de reabrir o processo. Caso já havia sido arquivado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no final do ano passado.

O clube gaúcho contratou dois advogados suíços para tentar reabrir o processo contra o Vitória por uma suposta transferência irregular do zagueiro. O caso, apresentado pelo Inter no dia 1º de dezembro do último ano ao STJD, investigaria irregularidades na inscrição do jogador pelo time baiano. Mas o insucesso veio na semana seguinte, quando o auditor Glauber Guadelupe e o procurador-geral da entidade, Felipe Bevilacqua, arquivaram o processo.

A expectativa é de que até fevereiro as razões sejam apresentadas as apelações, com base na relação de provas do Internacional para que o caso seja de fato julgado pelo TAS. Rebaixado no Campeonato Brasileiro de 2016, o Colorado tenta nos tribunais uma forma de punir o Vitória por irregularidades e assim tentar se manter na elite do futebol nacional.

Victor Ramos pertence ao Monterrey, do México, e esteve emprestado ao Vitória na última temporada. Em janeiro deste ano, a Chapecoense tentou a contratação do zagueiro de 27 anos, que aguarda a liberação do clube mexicano para chegar a um acordo.