Eliminado da Copa do Brasil e vice-campeão paranaense, o Atlético agora aposta todas as suas fichas no Campeonato Brasileiro e na Copa Sul-Americana para salvar sua temporada. Se depender do novo diretor de futebol do clube, Alfredo Ibiapina, a diretoria não vai medir esforços para qualificar o elenco rubro-negro para estas duas competições.

“Não vamos medir esforços, dentro da possibilidade do Atlético e da realidade financeira do clube. Já vieram três jogadores (o volante Cleber Santana, o volante Marcelo Oliveira e o goleiro Márcio) e tem, pelo menos, mais três para virem. Depois que esses chegarem e o plantel estiver pronto, vamos ver se há necessidade de mais atletas”, disse o dirigente.

Os três jogadores perto de reforçar o Atlético são ozagueiro Fabrício, do Cruzeiro,o volante Corrêa, do Flamengo, e o atacante Henrique, do São Paulo, todo ainda em negociação. “No Campeonato Brasileiro, nem sempre o melhor elenco ganha. Para ganhar, o técnico precisa ter opções e um time competitivo. Estamos reforçando em todas as posições e vamos dar opções para o Adilson”, completou Ibiapina.