Por Felipe Ribeiro e Ricardo Vieira

Parte das vítimas foi encaminhada ao Hospital do Trabalhador (Foto: Colaboração)

Parte das vítimas foi encaminhada ao Hospital do Trabalhador (Foto: Colaboração)

Uma confusão generalizada provocada por torcedores de Atlético e Coritiba terminou em correria e disparos de balas de borracha na noite desta quarta-feira (29), no Terminal Portão, em Curitiba. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, cinco pessoas ficaram feridas ao serem atingidas por balas de borracha em uma tentativa da Guarda Municipal de conter o tumulto. Outras várias pessoas ficaram feridas por conta do tumulto.

De acordo com o tenente Thiago, a Guarda Municipal realizou o primeiro atendimento e tentou de várias formas conter a confusão antes de realizar os disparos. “Tentaram primeiramente advertir e, em seguida, realizar disparos para o teto. Como não houve sucesso, essa foi a única forma de dissipar a briga”, explicou.

Entre os feridos estão dois menores de idade. Um deles foi atingido no olho e precisou ser encaminhado ao Hospital Evangélico em estado grave.

Segundo o tenente, além dos cinco atingidos pelas balas de borracha, várias outras pessoas ficaram feridas por causa de agressões físicas e quedas, sendo algumas socorridas quadras depois do terminal.

Testemunhas informaram à Guarda que aproximadamente 50 torcedores do Coxa estariam na plataforma, quando 150 rubro-negros teriam invadido o terminal, dando início às agressões.

A Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (Demafe) deve verificar o caso.