O belga David Goffin bateu o número 1 do mundo em Abu Dhabi (Divulgação)

Após brilhar na temporada 2016 e fechá-la na liderança do ranking da ATP, Andy Murray decepcionou no seu primeiro compromisso na preparação para os eventos iniciais do próximo ano e acabou sendo derrotado nas semifinais do Mubadala World Tennis Championship, torneio de exibição realizado em Abu Dabi.

Nesta sexta-feira, o número 1 do mundo viu o belga David Goffin, o 11º colocado no ranking, se garantir na decisão do evento amistoso ao derrotá-lo por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4) e 6/4.

O duelo desta sexta entre Goffin e Murray foi bastante equilibrado. A primeira parcial não registrou quebras de serviço, deixando a definição para o tie-break, quando o belga assegurou a sua vitória por 7/4.

A primeira quebra de serviço da partida foi obtida por Murray no quinto game. Na sequência, o britânico abriu 4/2, mas depois permitiu a reação de Goffin, tanto que não conseguiu vencer sequer um game. O belga empatou a parcial com break point convertido no oitavo e fechou o jogo no décimo, conseguindo a virada após estar perdendo por 40/0.

Esta foi a segunda vitória de Goffin em Abu Dabi, pois na sua estreia, pelas quartas de final, ele passou pelo francês Jo-Wilfried Tsonga. Assim, deve chegar em alta para a disputa do Torneio de Brisbane, o seu primeiro compromisso da temporada 2017, um evento que começará no dia 2.

Já Murray, que foi campeão de Wimbledon, da Olimpíada e do ATP Finals em 2016, terá o Torneio de Doha, também a partir da próxima segunda-feira, como seu primeiro evento oficial do ano.

O revés não encerra a participação de Murray no torneio de exibição, pois ainda haverá a disputa do terceiro lugar, mas o britânico não terá condições de repetir os títulos conquistados em 2009 e 2015. Já Goffin vai buscar o título do torneio de exibição. Os respectivos adversários do britânico e do belga vão sair do duelo entre o espanhol Rafael Nadal e o canadense Milos Raonic.