A derrota por 2 a 0 para o Operário fez com que o técnico Geninho destacasse a pressão da torcida, que vaiou o time na Arena. O técnico desabafou e disse que jogar na Arena da Baixada está sendo um desafio para alguns jogadores, que não teriam estrutura para aguentar tantas cobranças. “Tá ficando muito difícil jogar na Arena. Aquela mesma pressão que o torcedor exercia contra os adversários agora é pra nós e nem todo jogador tem estrutura pra apoiar isso”, disse o treinador.

“É um time que não vem jogando bem, mas que quer se recuperar”, garante o técnico, que assume as falhas na marcação e diz que o time perdeu para si mesmo na partida deste sábado. “Se tomou gol, o ataque deixou de fazer. Não vamos começar a escolher culpado. Nós tivemos falhas defensivas, tomamos gol e não fizemos por falhas na parte ofensiva”, analisou, destacando que, caso pudesse, teria feito mais de três alterações no elenco.

Quanto à qualidade no elenco, Geninho avisa que é com esse grupo que o Atlético terá que se recuperar, já que nenhum jogador pode ser inscrito para o Campeonato Paranaense. “No final do Paranaense, será feita uma análise. São com esses jogadores que o Atlético vai ter que contar”, alertou. “Nesse momento difícil é nessa hora que você vê quem é quem. Na hora boa todo mundo joga e torcer pra time que tá ganhando também é fácil”, finalizou o técnico, visivelmente magoado com a fase do Atlético.