O jogo desta noite, entre Atlético e Rio Branco, do Acre, pela Copa do Brasil, marca a estreia da dupla Paulo Baier e Geninhoatuando juntos no Furacão. Os dois já haviam trabalhado juntos no Goiás e foi Geninho quem indiciou a contratação de Baier para a diretoria rubro-negra, em meados de 2009, quando o atleta estava deixando o Sport.

Mas no dia em que Paulo Baier foi apresentado à torcida rubro-negra, o Atlético foi goleado por 4 a 0 para o Atlético-MG, em plena Arena da Baixada, e Geninho acabou pedindo demissão, sem ter a chance de comandar novamente o jogador. Agora, quase dois anos depois, os dois se reencontram e ganham a oportunidade de trabalharem juntos novamente, dessa vez no Atlético Paranaense.

“Vou fazer o meu melhor até como forma de agradecimento ao Geninho. Quando eu saí do Sport (PE), ele me trouxe para o Atlético, pedindo a minha contratação. Se fizer um gol vou dedicar ao treinador pela confiança que ele tem em mim”, disse Paulo Baier, que está recuperado de uma pequena lesão na coxa e volta ao time titular do Atlético depois de ficar de fora por duas partidas.

Depois de perder o jogo de ida contra o Rio Branco por 2 a 1, o Furacão precisa vencer pelo menos por 1 a 0 para se classificar, já que empate é vantagem para o time do Acre. Por isso, Baier pede apoio da torcida na partida desta noite, às 19h30: “Temos que ter tranqüilidade para trabalhar. Vencemos o jogo passado (Campeonato Paranaense) e agora precisamos do apoio do nosso torcedor, porque sem ele fica mais difícil. Precisamos passar de fase e temos que estar todos juntos. Hoje é decisão e convoco os atleticanos para que venham ao estádio e nos ajudem. Será muito importante”.