Se perguntar para a torcida atleticana qual é a posição mais carente da equipe rubro-negra, é bem provável que a maioria responda que é a lateral direita. Este setor tem sido a grande dor de cabeça dos treinadores que passaram pelo Furacão nos últimos tempos.

No início de 2011, a diretoria trouxe Marcos Pimentel (que já foi dispensado e está na Portuguesa) e manteve Wagner Diniz (que não vive boa fase há um bom tempo). Depois que Pimentel deixou o clube, o prata da casa Edgar subiu para o profissional, mas o problema da lateral direita ainda não foi sanado.

O técnico Geninho constantemente acaba improvisando algum jogador neste setor. Kleberson e Manoel já jogaram por ali, mas não foram muito bem e contratar um lateral direito virou prioridade da diretoria rubro-negra. Após a derrota de ontem por 2 a 0 para o Operário, Geninho admitiu que este setor é o grande problema da equipe.

“A gente vem trocando e ninguém pega a camisa e diz que é dele. A diretoria tentou, mas as coisas acabaram não andando. Não está muito fácil você achar. A diretoria tentou e está tentando. Estamos tentando até para uma sequência de Copa do Brasil, mesmo que não vá ser utilizado no Paranaense.Não dá pra começar o Brasileiro sem ninguém ali. Ali nós vamos ter de buscar alguém já para a Copa do Brasil”, disse o treinador.