O técnico Roberto Fonseca comandou um treinamento coletivo nesta quinta-feira, em que deu pistas do time que vai mandar à campo no jogo de sábado, contra o ABC, a partir das 21h, na Vila Capanema. Para esta partida, o treinador não pode contar com os zagueiros Luciano Castán e Amarildo, ambos lesionados.

Com isso, a formação da zaga paranista depende do julgamento de Cris, nesta sexta-feira, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O atleta vai ser julgado pela expulsão na partida contra a Ponte Preta, no último dia 26 de julho. Mesmo sendo reincidente (Cris já pegou seis partidas de suspensão pelo cartão vermelho diante do ASA, mas conseguiu um efeito suspensivo), o capitão do Tricolor está confiante que não será punido amanhã e poderá enfrentar o ABC.

“Estou muito feliz em poder voltar e ajudar, mas sei que ainda tem mais um julgamento na sexta-feira, por causa da expulsão contra a Ponte Preta. Mas tenho certeza que não vou ser punido, porque foi um lance normal de jogo.Espero poder estar em campo no sábado, porque vai ser um jogo muito difícil, contra um concorrente direto. Mas colocando aquele espírito guerreiro em campo, vamos conseguir o resultado”, disse o zagueiro.

Caso Cris seja punido pelo STJD, a tendência é que Fonseca escale Flávio Boaventura para jogar ao lado de Brinner. De resto, o Tricolor deve enfrentar o ABC com Zé Carlos; Lisa, Brinner, Cris (Flávio Boaventura) e Lima; Júnior Urso, Éverton Garroni, Cambará e Jefferson Maranhão; Borebi e o estreante Hernane.

O meia Rone Dias sofreu uma contratura muscular e fica de fora do time paranista por aproximadamente 15 dias. Já o meia Wellington treinou normalmente no coletivo de hoje e pode ficar à disposição de Roberto Fonseca já para a partida contra o ABC.