O Paraná Clube deu mais um passo rumo a Série A do Campeonato Brasileiro. Fora de casa, o Tricolor foi um visitante incômodo e derrotou o Criciúma por 2 a 1 para a festa da torcida paranista. O Paraná ainda quebrou com a invencibilidade de 14 meses do clube catarinense dentro do Heriberto Hülse. Com o resultado, o Tricolor permanece na 3ª posição da Série B, agora com 23 pontos.

O técnico Roberto Fonseca ressaltou a importância das vitórias fora de casa, onde o clube já soma 10 pontos. “A gente sabe que podem acontecer resultados adversos dentro de casa, mas quando acontecer o time terá essa gordura para queimar. A única gordura boa é no futebol”, brinca o comandante paranista.

Na partida, o Paraná jogou com duas formações táticas, variando entre o 4-4-2 e o 3-5-2. “Eu tive que mudar o esquema durante o jogo porque os laterais do Criciúma começaram a avançar e consegui alterar a formação sem trocar jogadores”, explica Fonseca, que teve Luciano Castán ocupando na primeira etapa a lateral e, no segundo tempo, atuando recuado na zaga central. “O Castán é nosso 12º jogador, ele jogou nas duas posições e hoje foi um dos jogadores que menos erraram passes”, diz o técnico do Tricolor.

O próximo compromisso do Paraná é na terça-feira, dentro da Vila Capanema, diante da Ponte Preta. O clube campinense é o vice-líder da Série B com os mesmos 23 pontos do Tricolor.