São Paulo e Natal não irão receber os jogos da Copa das Confederações de 2013, teste oficial para o Mundial que será sediado no Brasil em 2014. A Fifa, entidade máxima do futebol mundial, confirmou a decisão em uma reunião realizada em Zurique, na Suíça, nesta sexta-feira (27). Segundo a Fifa, os atrasos no início das obras de reforma nos estádios foram os principais motivos que levaram à retirada das duas cidades roteiro de jogos. As cidades-sede da Copa das Confederações serão conhecidas no dia 29 de julho.

Além de definir quem não vai receber o torneio, a Fifa definiu que o Rio de Janeiro será anfitriã do IBC – International Broadcasting Center –, que será montado no Centro de Convenções Riocentro, muito próximo ao futuro Centro de Treinamentos da Seleção Brasileira e ao prédio da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A Cidade Maravilhosa desbancou São Paulo e Brasília, também candidatas a receber o evento, que promete ser um dos centros de informação mais avançados do mundo durante a realização do Mundial de 2014.

“Todos os candidatos apresentaram alta qualidade e demonstraram um enorme compromisso. Mas infelizmente só podemos escolher uma sede e consideramos que, em geral, o melhor para a FIFA foi Rio de Janeiro”, salientou o Secretário Geral da Fifa, Jérôme Valcke. “É um componente vital, que estabelece a ligação entre a Copa do Mundo da FIFA e o resto do mundo e garante que as pessoas ao redor do planeta tenham a melhor e mais atualizada cobertura do nosso belo esporte”, emendou.

A reunião contou com a presença do presidente da CBF e do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo, Ricardo Teixeira. Na Copa do Mundo de 2010, a África do Sul recebeu 179 emissoras de rádio e televisão de mais de 70 países do mundo, contabilizando, ao todo, 13 mil funcionários. O calendário oficial do Mundial do Brasil será aberto no dia 30 de julho, na Marina da Glória, Rio de Janeiro, com o sorteio dos grupos das eliminatórias.