Em uma partida que durou cerca de 3h30min, o suiço Roger Federer derrotou o britânico Andy Murray, de virada, por 3 sets 1 (parciais de 4/6, 7/5, 6/3 e 6/4), conquistando seu sétimo título do Torneio de Wimbledon, um dos quatro torneios do Grand Slam de tênis.

Com mais esse importante título em sua carreira, Federer deixa a 3ª colocação e volta a ser o número 1 do ranking da ATP, passando o espanhol Rafael Nadal e o sérvio Novak Djokovic, até então o melhor tenista do mundo, mas que agora passa a ser o segundo colocado no ranking.

Federer se igualou aPete Sampras e William Renshaw como maior campeão do Torneio de Wimbledon (todos heptacampeões). Além disso, igualou a marca de Sampras de 286 semanas no topo do ranking da ATP – o suiço passará Sampras já nos próximos dias, batendo o recorde de permanência como melhor tenista do mundo.