Após a conquista do título mundial, em setembro, na Eslovênia,Fabiana Beltrame se tornou a primeira brasileira a conquistar uma medalha no remo nos Jogos Pan-Americanos. Nesta quarta-feira, a atleta ficou com a medalha de prata na modalidadeskiff simples leve, deixando o ouro escapar por 6 segundos para a americanaJennifer Goldsack.

Mesmo sem ter conquistado o ouro, Fabiana comemorou a medalha de prata. “Estou um pouco engasgada com esse ouro que não veio. Mas estou feliz por ter levado a primeira medalha feminina para o Brasil. Preciso treinar mais. Hoje, não fui a melhor, e o remo é muito objetivo. Chegou na frente, levou”, disse a atleta, que conquistou a42ª medalha para o remo brasileiro.

Sua modalidade de remo, no entanto, não faz parte do quadro de esportes das Olimpíadas de Londres. Para participar dos jogos em 2012, Fabiana teria que mudar de modalidade, passando a competir noskiff pesado ou double skiff, o que envolveriaganho ou perda de peso e a adaptação à nova categoria, incluindo até a escolha de uma parceria se optar pelo double skiff.

A atleta ainda não decidiu se muda ou não de categoria, mas mantém os pés no chão e admite que a chance de uma medalha olímpica é pequena. “Ainda não sei quando vai ser a seletiva nacional, mas tenho de decidir para qual categoria eu vou até lá. Se eu perceber que no skiff pesado eu tenho chances de um resultado melhor, é o que eu vou fazer. Mas sei que não vou disputar medalhas. Para Londres, não dá, é inviável. Gosto de ser realista: não tenho chances. Não quero criar expectativas”, afirmou Fabiana Beltrame.