Redação com Portal Terra

Demorou alguns anos e custou uma rodagem por clubes de todo o Brasil, mas a saga chegou ao fim: Túlio Maravilha finalmente alcançou a marca dos mil gols na carreira, segundo suas contas. A marca histórica do ex-atacante do Botafogo veio neste sábado (8), logo na estreia com a camisa do Araxá contra o Mamoré em jogo válido pela segunda divisão do Campeonato Mineiro.

O tão sonhado gol de Túlio, que esperava acabar com essa busca antes da Copa do Mundo, foi anotado ainda no primeiro tempo da partida. Assim como Pelé e Romário, os outros dois brasileiros que chegaram a essa marca, o milésimo gol do jogador de 44 anos saiu de uma cobrança de pênalti.

Túlio brilhou com a camisa do Botafogo na década de 1990 (Foto: Divulgação)

Túlio brilhou com a camisa do Botafogo na década de 1990 (Foto: Divulgação)

Depois que encontrou as redes e empatou o placar em 1 a 1, o resultado final, Túlio Maravilha tirou a camisa que vestia, com o número 999, e colocou a nova com o 1000 nas costas. A festa tomou conta do estádio Fausto Alvim, em Araxá, e a torcida invadiu o gramado para comemorar. A bola só voltou a rolar cerca de dez minutos depois.

Muitos questionamentos foram feitos à polêmica contagem dos gols por torcedores e historiadores nos últimos anos, mas o artilheiro afirmou não se importar. “Os gols de Pelé tiveram questionamento, os do Romário também foram questionados. Mas não foi por isso que eles deixaram de marcar”, desabafou.

Agora, Túlio deve encerrar a carreira após 27 anos como profissional e mais de 30 clubes no currículo. O melhor momento nos gramados aconteceu na primeira passagem pelo Botafogo, onde virou ídolo sendo o artilheiro com 23 gols e conquistando o Brasileirão de 1995. No mesmo ano, brilhou com a camisa da Seleção Brasileira na Copa América disputada no Uruguai, em que foi vice-campeão.