Com grandes ultrapassagens, acidentes e polêmicas, GP de Mônaco realizado neste domingo pode ser considerado um dos mais disputados e emocionantes dos últimos anos. O alemão Sebastian Vettel, da RBR, foi pressionado porFernando Alonso e Jenson Button durante quase toda a parte final da prova, mas conquistou sua quinta vitória em seis corridas nesta temporada.

Alonso, da Ferrari terminou na segundo posição, a pouco mais de um segundo de Vettel, enquanto Button, da McLaren completou o pódio em terceiro lugar. Umacidente ennvolvendo vários carros nos S da Piscina tirou Jaime Alguersuari e Vitaly Petrov da corrida. A ambulância teve de entrar na pista para socorrer Petrov, que foi levado ao hospital com dores na perna.

Com isso, a bandeirinha vermelha foi mostrada a sete voltas do fim da corrida, e Vettel acabou se mantendo na liderança e vencendo o GP de Mônaco. A polêmica surgiu quando os comissários permitiram a troca de pneus durante a interrupção da prova, o que beneficiou muito Sebastian Vettel, que aí não foi mais ameaçado por Button e Alonso até a bandeirada final.

Rubens Barrichello chegou na nona colocação e marcous seusdois primeiros pontos na temporada, dois primeiros pontos também da Williams na temporada 2011 da Fórmula 1.Felipe Massa, que largou na sexta posição, abandonou a prova na 32ª volta.

Confira o resultado final do GP de Mônaco, em Monte Carlo (260,520 quilômetros):

1 – Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) – 78 voltas em 2h09m38s373
2 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 1s138
3 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – a 2s378
4 – Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – a 23s100
5 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – a 26s900
6 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – a 27s200
7 – Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) – a 1 volta
8 – Nick Heidfeld (ALE/Renault-Lotus) – a 1 volta
9 – Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) – a 1 volta
10 – Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) – a 1 volta
11 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 1 volta
12 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – a 2 voltas
13 – Jarno Trulli (ITA/Lotus-Renault) – a 2 voltas
14 – Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Renault) – a 2 voltas
15 – Jerome D’Ambrosio (BEL/MVR-Cosworth) – a 2 voltas
16 – Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth) – a 3 voltas
17 – Narain Karthikeyan (IND/Hispania-Cosworth) – a 3 voltas
18 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth) – a 5 voltas/acidente

Não completaram a prova:
Vitaly Petrov (RUS/Renault-Lotus) – a 11 voltas/acidente
Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) – a 12 voltas/acidente
Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 46 voltas/acidente
Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – a 46 voltas/motor
Timo Glock (ALE/MVR-Cosworth) – a 48 voltas/suspensão

Não largou:
Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari) – acidente no treino classificatório

Melhor volta:Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – 1m16s234, na 78ª